{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 3 de março de 2017

Há limites para a tatuagem?




Respondo agora à pergunta do título do post: não. O que há é um limite imposto por cobranças e julgamentos externos que serão feitos, gostemos ou não.
Em suma, o que digo é o seguinte... você pode se tatuar por completo, assim como fez o homem da foto incial, mas é preciso compreender que isso lhe trará críticas (veladas ou não) até o fim de seus dias na Terra. Pode parecer algo dramático, meio clichê, porém o futuro é uma incógnita e nós precisamos evitar transtornos nos dias que virão.

Texto: Franz Lima. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo.

Assim, o que hoje parece ser algo legal, badalado ou maneiro pode se tornar, em um futuro próximo, fruto de exclusão social e até arrependimento. Críticas serão feitas pelas suas costas; pessoas irão apontá-lo sem que veja e muitos - movidos pela ignorância ou por preconceito - se afastarão. Não há como evitar isso a não ser que haja uma reflexão sobre aquilo que estamparemos em nossas peles. 
Claro, eu também acho que cada um deve tomar conta de sua própria vida, mas isso é utópico. Pessoas são atingidas pelo impacto de uma bomba se veem alguém muito tatuado. A situação piora se a tatuagem for ofensiva ou de gosto duvidoso.
Tatuagens na face, como as pessoas mostradas neste post, elevam as críticas e olhares condenadores em escala de progressão geométrica. Aliás, os homens mostrados aqui são ex-membros de gangues, todos marcados por suas passagens no crime. Mesmo que queiram ter outra vida, suas marcas no corpo, em especial no rosto, os caracterizam como pessoas que estiveram ou estão no crime. Perceberam o quanto isso irá persegui-los durante o resto de suas vidas?
Então, o que fazer? Primeiro, faça suas tatuagens ciente de que é isso mesmo que quer. Tatuar algo em seu corpo por impulso é, via de regra, um desastre. Selecione algo que tenha a ver com sua história. Isso garantirá que não ficará "enjoado" de ver o mesmo desenho em sua pele. Depois, porém não menos importante, saiba que as modas, ondas e tendências passam. Tatuar é expressar sentimentos, sensações, histórias. Lançar uma tattoo ofensiva - não importa a quem ou o quê - é um potencial indício de arrependimento futuro. Basta lembrar de um detalhe: os que nos odeiam por sermos tatuados irão ampliar essa raiva e incompreensão caso detectem algo que os ofenda. Mais do que isso, os tempos são conturbados e violentos; não temos a necessidade de incitar mais raiva em um mundo assim.
Logo, depois de refletir sobre o que deseja estampar em sua pele, procure um ótimo tatuador e seja feliz. A tatuagem é uma antiga e bela forma de expressar nossa história, nossas afinidades e uma parcela daquilo que somos. Não há mal em ter um desenho no corpo, mas se quiser tatuar algo racista, preconceituoso, agressivo... prepare-se para também ser discriminado, agredido e excluído. Isso aconteceu com as pessoas das fotos. Eles se viram sem suas tatuagens ofensivas e mostraram um arrependimento grande, porém é muito difícil e caro remover uma tatuagem (nem sempre os resultados são satisfatórios). Imaginem o rosto inteiro marcado.
Enfim, você é responsável por suas decisões. Mas não espere compaixão ou aceitação por parte das pessoas. Seres humanos são movidos pelos sentidos e, quase sempre, a visão é o mais importante dos sentidos. O que os olhos veem, eles julgam. Não serei hipócrita de afirmar que uma tatuagem de gangue ou uma suástica no rosto - ou outra parte do corpo exposta - não assusta e choca. Repito: o que você evidencia com suas tatuagens irá refletir em como irão recebê-lo. A escolha é sua. Lembre-se que suas escolhas podem afetar também as pessoas que ama.

Antes que questionem, eu digo: eu vou me tatuar. Amo as tatuagens e tenho já em mente aquilo que quero estampar. Contudo, não farei nada que afronte minorias, credos, raças ou discrimine pessoas ou esteja vinculado ao crime. Essa é uma decisão minha. Faça a sua.
Para reforçar este post, deixo o link de uma matéria da Inked sobre ex-detentos que viram seus corpos sem as tatuagens que indicam que eram membros de gangues. As reações são surpreendentes.
http://www.inkedmag.com/g/ex-gang-members-with-their-tattoos-removed/
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário