{lang: 'en-US'}

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

A Era da Fofoca. Cuidado com o que divulga!





A foto acima pode impactar à primeira vista por incluir mulheres usando cocaína e ainda ter a presença do ilustre e respeitado ator Tonico Pereira (A Grande Família, Sai de Baixo, Sítio do Pica-Pau Amarelo, várias novelas, filmes como O Palhaço, e muito mais). Não que um ator não se envolva com drogas, pois o ser humano pode ir do 100 ao 0 em pouco tempo. Mas o fato é que a foto acima e outras divulgadas não eram reais, apenas cenas fora do contexto de um clip dirigido por Marcelo Yuka. 

Texto: Franz Lima. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo.
Foto feita durante a gravação do clipe do Marcelo Yuka
Tonico mostrou sua indignação ao criticar os irresponsáveis que divulgaram as imagens. O fato, contudo, é que isso não será apagado tão cedo. Pessoas desprovidas de senso crítico, preguiçosas por natureza e até as que são ruins pelo simples prazer de ser ruim irão continuar a usar essas fotos para propagar a fofoca, a maledicência.
Ele, caracterizado como Papai Noel, e seus filhos como duendes
Então alguém pode dizer: "E daí? Isso não pode afetar um homem com quase 70 anos. Ele vai passar essa tempestade na boa.". Sim, ele pode até ter passado por uma breve crise de raiva e isso, com o tempo, diminui. Entretanto, a notícia de que ele estava envolvido com prostitutas e drogas ainda circula, atingindo novamente não o Tonico - já ciente das prováveis idas e vindas dessa mentira -, mas sua família. Tonico tem um casal de gêmeos com pouco mais de 10 anos. São crianças que terão que aprender a lidar logo cedo com a maldade humana. Ninguém gostaria de ver o pai envolvido em uma polêmica absurda como essa.
A inocência dele já foi provada e isso deveria bastar para que as pessoas tivessem um mínimo de decência para não continuar passando a falsa notícia e as fotos. Deveria...
E não paramos por aí. O uso irresponsável das redes sociais gera constrangimentos diários. São fotos de pessoas supostamente desaparecidas, correntes, crianças doentes e uma infinidade de outras variações de temas que causam impacto a quem as recebe. O maior impacto, infelizmente, assim como ocorreu no caso do ator Tonico Pereira, recai sobre as pessoas envolvidas nas mentiras. 
Eu uso as redes sociais e recebo muitas mensagens de desaparecidos. Nunca divulguei nenhuma sem buscar a veracidade da informação. Aliás, quando há o número de telefone para contato (em caso de sequestro, roubo ou seja lá o que for), entro em contato para ver se a pessoa foi encontrada, o produto roubado foi recuperado. Quero dizer com isso o seguinte: vamos ter o mínimo de preocupação com a verdade. Disseminar falsas notícias pode prejudicar vidas. Em um dos contatos que fiz, descobri que a notícia era falsa e atingia diretamente um policial e sua família (foram divulgados os números do celular e da residência). Quando a divulgação é de vídeos íntimos, principalmente de menores, o indivíduo também está cometendo um crime, além de ser um provável colaborador para uma tragédia.
Para dirimir dúvidas sobre o potencial negativo e trágico das notícias falsas e vídeos denigrindo a imagem de alguém, leiam a notícia abaixo:

Suicídio de mulher que teve vídeo sexual exposto na web choca a Itália

Tiziana, de 31 anos, se enforcou na casa de sua tia. Após vídeo circular, ela sofreu humilhação na forma de memes e hashtags.
Fonte: O Globo

Está mais do que na hora de refletir sobre o assunto. A Era da Fofoca é uma das fases mais vergonhosas e malignas que a humanidade já passou. A vergonha está em se divertir com a mentira e a desgraça alheia. A malignidade está no potencial destrutivo dessas farsas. Valer-se do anonimato para propagar o mal é de uma covardia extrema.
Ajudem a conscientizar o máximo de pessoas possível. Gostou do texto e quer colaborar? Então, divulgue-o. O resultado será muito melhor do que passar correntes, fotos falsas e vídeos de sexo que podem incitar ao suicídio ou destruir vidas.



←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário