{lang: 'en-US'}

sábado, 6 de agosto de 2016

Sexo, erotismo, tortura e poesia na arte de Takato Yamamoto.




Atenção!!! Post recomendado apenas a maiores de 18 anos por conter cenas de sexo, violência, tortura e canibalismo. 

Por: Franz Lima. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo.

Takato Yamamoto é um artista japonês que busca inspiração nos antigos desenhos de seu país de origem. Entretanto, ao contrário daquilo que nós ocidentais estamos acostumados a ver, não há leveza na temática das ilustrações dele. 
Mesmo com  um ar leve em cada desenho, basta apenas um único olhar para perceber que as presenças da violência, do sexo, tortura e até necrofilia são inegáveis.
Algumas de suas obras também abordam o homossexualismo, quase sempre cercado pela dor.
Corpos destroçados, genitálias machucadas, cenas que parecem invocar o lado mais brutal do ser humano e, principalmente, uma retratação da busca incessante de homens e mulheres pelo prazer sexual. 
Pode parecer chocante, mas a verdade é que há pessoas capazes de ir além dos limites para obter prazer. E há outras que também se submetem a tudo para dar prazer ao parceiro.
Até onde esses indivíduos podem ir? Geralmente longe o suficiente para obterem a satisfação que buscam ou, em casos extremos, morrerem durante essa busca.
Contemplem essa impactante arte de Takato, mas não esperem pela tradicional suavidade das antigas artes japonesas. 
Afinal, todos temos um lado sombrio.
Que ele permaneça adormecido...
Sexo com os mortos
Anatomia dilacerada

Bondage

Tortura, bondage e mutilação são comuns na visão de Takato.
Pedaços de corpos humanos se mesclam na busca pelo prazer

Cordas e nudez

O prazer só é alcançado com dominação e dor 
A mistura de elementos é sufocante, ainda que bela. Dor, morte, serenidade e partes de corpos.
Prazer a todo custo


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário