{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Esquadrão Suicida: as entrelinhas do segundo trailer.




Por: Franz Lima. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo

“O trato é o seguinte. Vocês vão a um lugar muito ruim. Para fazer algo que vai matar vocês.”

Sete Bravo Detainee... esta é a idetificação nos uniformes dos presidiários que formarão o Esquadrão Suicida.

Aparentemente todos os detentos estão no mesmo bloco de contenção. A ficha do pistoleiro revela que ele e os outros estão na prisão para meta-humanos chamada Belle Reve (Belos sonhos, em francês).

O trailer revela uma Arlequina que lê romances do tipo Nicholas Sparks, um Pistoleiro solitário e reflexivo, o alucinado Capitão Bumerangue e El Diablo.

O recrutamento é feito de forma abrupta, algo do gênero “vocês não têm opção...”. Afinal, Amanda Waller quer resultados imediatos...


Há a passagem onde, além de descreverem alguns dos personagens, também mostram a reunião deles em um pátio lotado de soldados fortemente armados. A loucura da Arlequina é latente, mas muito engraçada. 

As cenas seguintes mostram um lugar devastado por algo bem poderoso, principalmente se levarmos em conta os estragos. Não há indícios de destruição por armas (ao menos criadas pelo homem), mas sim a presença de uma criatura que possa combater os mercenários e a equipe do Esquadrão sozinha.

Detalhe para Bohemian Rhapsody, música do Queen que foi encaixada à perfeição em cada uma das cenas de todo o trailer.

A interação entre os personagens mostra que há afinidades e intrigas. Amarra e o Bumerangue aparentam ter uma boa relação, assim como Rick Flagg e o Pistoleiro. Claro que estamos falando de criaturas com sérias dificuldades de convívio com outras pessoas...

Há cenas de combate bem rápidas, cujas revelações são ínfimas.

Novamente é possível perceber que a Arlequina será um destaque, tal é o carisma quando surge na tela.


O Coringa surge em novas cenas, mas com pouco a revelar, exceto que a presença das tatuagens é uma realidade e uma gangue ao seu serviço. Uma breve passagem mostra que veremos a origem da Arlequina (diretamente ligada ao Coringa) e o passado de alguns integrantes do Esquadrão.

Contudo, uma coisa é muito óbvia nos dois trailers já divulgados: o Esquadrão Suicida não será uma equipe de vilões que pode ser derrotada pelo Batman sozinho. Eles são violentos, motivados pela loucura, ambição e outros fatores, guerreiros e assassinos que provocariam pesadelos nos Jovens Titãs. A violência do Capitão Bumerangue, por exemplo, destoa demais do personagem dos quadrinhos, cuja imbecilidade o transformava em piada. O Coringa é um matador nato e sem remorsos. A Arlequina é tão louca quanto o Coringa. 

Outra revelação interessante é o nome da cidade devastada por aquilo que o Esquadrão caça: Midway City. Já a presença de um ser que é capaz de partir o metrô em alta velocidade ao meio é bem legal, principalmente por aparentar ser uma espécie de simbionte similar ao Venom da Marvel (pelo menos é o que as cenas levam o espectador a concluir).

Enfim, que este filme seja, junto com Batman vs Superman, a confirmação de que a DC está mesmo disposta a competir em igualdade com a Marvel nos cinemas... 

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário