{lang: 'en-US'}

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Novo caminhão Cargo da Ford parece até um Transformer... Mas cadê as ferrovias e rodovias decentes?





Por: Franz Lima.
A Ford trouxe tecnologia, inovação e um design belíssimo para o Cargo, seu novo caminhão. Há algumas fotos em que o gigante se parece até com um Transformer, tal é a beleza. Ponto positivo para a empresa que apostou forte na performance da máquina, conforto para o motorista, praticidade, espaço interno amplo e, logicamente, no visual muito lindo. 
Mas, como não poderia deixar de ser, lembrei-me de dois detalhes que são fundamentais para nós, mortais que dependem de tais máquinas para transportar alimentos, minerais, combustíveis e tantos outros produtos: quais são as estradas que esse grande caminhão irá trilhar e, mais preocupante, por que o governo não investe em ferrovias?
Vou deixar para vocês um vídeo sobre o Cargo 2842 e para contrapor, deixarei minha opinião sobre o descaso com um dos mais baratos meios de transporte: o ferroviário, além da situação das estradas do país.



Bem, essa foi a boa notícia. Agora vem as más. 
Um caminhão desse deverá custar uma quantia bem considerável. Conforto, novidade, tecnologia e beleza são quesitos que transformam um celular em uma pequena fortuna... imaginem o que será dessa máquina?
Após este exercício de imaginação, vamos à realidade. Um monstro como esse, mesmo com todo o seu aparato, está apto a encarar as pistas quase "lunares" de nossas estradas? Acrescente a isso um fato cada vez mais comum nas grandes rodovias brasileiras: a violência. Milhares de motoristas já morreram por causa da ganância de ladrões de carga ou meliantes que pretendem roubar o caminhão. Com tantos milhares de reais circulando pela estrada, suponho que a bandidagem terá mais um incentivo para praticar o roubo e, infelizmente, o assassinato.
Eu sou um dos admiradores de caminhões desse porte, principalmente quando tão completos. Todavia, ciente das ondas de assaltos e mortes nas rodovias do nordeste, dos roubos já tão comuns no sudeste e de problemas similares em outras regiões, imagino que não compraria um desses apenas por temor a tantos problemas que são alheios à Ford, mas não deixam de ser uma triste realidade do país.
Quanto tempo duraria esse mesmo caminhão rodando aqui e nos EUA? Tenho certeza que não seriam tempos sequer próximos...
Outro problema que me incomoda é a inexistência de redes ferroviárias no país. Não digo inexistência no conceito físico da palavra. Há ferrovias. Porém não me resta dúvida de que o descaso do governo quanto à economia e ao futuro do país é gritante. Temos uma malha ferroviária ínfima, sucateada e mal aproveitada. Quase todos os produtos do país escoam por via terrestre, encarecendo o preço final que já é sobrecarregado de impostos e deve cobrir todos os prejuízos que as péssimas rodovias acarretam. 
Logo, mesmo diante de um exemplar de caminhão tão bacana quanto o Cargo, o que há para comemorar em um país sem estradas decentes, tomado pela violência, vitima do  descaso das autoridades, varrido por impostos abusivos e humilhado por políticos que raramente usam tais meios de transporte pois possuem seus próprios jatos? Alguém já viu uma pista de aeroporto - digo os principais do país - com crateras? Então por que aceitar as rodovias esburacadas?
Rodovias e ferrovias em condições decentes são ferramentas para um país melhor. O Apogeu voltará a abordar o tema. Aguardem...


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário