{lang: 'en-US'}

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Lista de Compras: Mundo Estranho - Outubro 2012




Na edição de hoje do "Lista de Compras", vou lhes indicar uma revista que já é sucesso pelo conteúdo irreverente, extremamente atualizado e com um visual muito atraente: a revista Mundo Estranho. A edição do mês de outubro engloba, entre outros assuntos, a caça às bruxas, explicações sobre o Halloween, o massacre do Carandiru e outros temas bastante interessantes. 
Apesar de não haver um aprofundamento nos assuntos abordados, a revista cumpre (e bem) com seu papel de incentivar uma classe de leitores ávida por conhecimento: os adolescentes. A organização da revista e a diagramação, além dos assuntos cada vez mais chamativos, mantêm o foco da leitura e, em segundo plano, aguçam a curiosidade dos jovens. Claro, a revista não é exclusiva do público mais jovem e pode ser lida por adultos com toda a tranquilidade.
A edição de outubro conta, ainda, com uma edição extra (e gratuita) da revista Mundo Estranho - Hardcore, que traz as histórias das mentes criminosas mais cruéis de todos os tempos, como Jack, o estripador, o maníaco do parque, Charles Manson, Anjos da Morte, Zodíaco e Aileen Wuornos. E mais: entrevistamos Ilana Casoy, a maior especialista brasileira em assassinos em série. Material recomendado para maiores de 18 anos

Para dar um exemplo das curiosidades e da qualidade das matérias, eis uma pequena amostra do trabalho da equipe da Mundo Estranho:

Por que a abóbora é o símbolo do Halloween?

Devido à adaptação da lenda de Jack o’lantern para o folclore norte-americano. Na Irlanda, acendiam velas dentro de nabos para afastar maus espíritos na festa celta de Samhain, que celebrava o fim do verão. O costume teria sido levado pelos imigrantes para os EUA e incorporado ao All Hallows Even (véspera do Dia de Todos os Santos), dando origem ao Halloween. Reza a lenda que Jack, homem que gostava de beber, cruzava com o diabo em seus porres e enganou o coisa-ruim várias vezes para não ser levado para o inferno. Até o dia em que, de tanto beber, morreu. Sua entrada foi negada no céu e também no inferno, já que humilhara o demônio em vida. Desde então, Jack passou a vagar com velas dentro de nabos para iluminar sua alma penada. Quando os irlandeses chegaram à América, teriam percebido que as abóboras eram mais abundantes por lá e passaram a usá-las no lugar dos nabos.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário