{lang: 'en-US'}

sábado, 15 de setembro de 2012

Vaticano e Oxford disponibilizam acervos de suas bibliotecas.




Fonte: BBC
Oxford
Uma biblioteca da Universidade de Oxford anunciou uma parceria com a Biblioteca Apostólica do Vaticano (BAV) para um projeto de digitalização de parte do acervo de ambas as coleções, num esforço de disponibilizar de graça, na internet, cerca de 1,5 milhão de páginas de documentos para pesquisadores e para o público em geral.
Em comunicado publicado pela Biblioteca Bodleian, de Oxford, a instituição diz que serão disponibilizados, num prazo de até quatro anos, documentos de três áreas: manuscritos gregos, livros impressos no século 15 e manuscritos e documentos antigos em hebraico.
"Essas áreas foram escolhidas pela força de suas coleções em ambas as bibliotecas e pela importância acadêmica nas respectivas áreas", diz o comunicado da Bodleian. "O esforço também beneficiará acadêmicos, ao unir virtualmente documentos que têm estado dispersos entre as duas coleções nos últimos séculos."
Cerca de dois terços do material a ser colocado na internet virão da Biblioteca do Vaticano, e o restante, da Bodleian.
As coleções da BAV e da Bodleian, dizem seus organizadores, estão entre as maiores do mundo. O cardeal Raffaele Farina, da BAV, explica que a biblioteca da Santa Sé abriga documentos que datam de até seis séculos atrás.
Vaticano

'Compartilhar recursos'

O projeto de digitalização será financiado com cerca de R$ 6 milhões da fundação educacional Polonsky, que alega que a digitalização dos acervos é "um passo significativo para compartilhar a riqueza de recursos (de informação) em uma escala global".
A fundação também financiou a digitalização de outra coleção da Bodleian, de 280 mil documentos chamada Cairo Genizah (http://genizah.bodleian.ox.ac.uk), com fragmentos de textos judaicos que podem remeter ao século 11.

Franz says: uma idéia que deve ser ampliada a outras grandes bibliotecas do mundo. O conhecimento não deve ficar restrito aos poucos habilitados a circular entre esses corredores.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

2 comentários:

  1. E ainda ajuda a proteger os livros além de eternizá-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade... devemos ter em mente que os livros precisam ser eternizados. Digitalizá-los é um começo.

      Excluir