{lang: 'en-US'}

terça-feira, 3 de julho de 2012

Alerta de Saúde Pública: ES tem baixa procura por vacina contra poliomielite, diz governo. Via G1




 Fonte: G1

Campanha de vacinação termina nesta sexta-feira (6). Crianças menores de cinco anos devem ser imunizadas.

A campanha de vacinação contra a poliomielite termina nesta sexta-feira (6) e, de acordo com Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), o percentual de crianças que receberam a dose ainda é baixo. São 87,1% , quando o ideal seria 95%. Segundo a coordenadora do Programa de Imunização da Sesa, Marta Casagrande Koehler, historicamente o Espírito Santo sempre supera a meta de vacinação. Mas, neste ano, a procura tem sido baixa.
Por isso, a Sesa convoca pais e responsáveis por menores de cinco anos a levarem as crianças aos postos de imunização. A meta do estado é vacinar, pelo menos, 237.470 crianças. Até a tarde desta segunda-feira (2), 217.958 haviam sido imunizadas segundo o Ministério da Saúde.
A aplicação das vacinas deve ser adiada para quem apresenta infecções agudas, febre acima de 38º C, diarreia grave, vômitos frequentes. A orientação é que após a melhora dos sintomas, os responsáveis devem procurar a unidade de saúde para se vacinar as crianças*.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o fato de o vírus da pólio não circular mais no Brasil não pode ser motivo para a banalização da doença, que ainda é registrada em diversos países.

Serviço
Quando: até esta sexta-feira (06), nos postos de vacinação municipais em todos os 78 municípios capixabas. Quem deve tomar: crianças com menos de cinco anos de idade, sem restrição de idade mínima e mesmo que já tenha recebido a dose em anos anteriores.

* Estes sintomas não são um impedimento definitivo para que a medicação seja tomada. Procurem sempre o médico para obter maiores informações.

Franz says: coincidentemente, escrevi recentemente um artigo sobre o livro "Pulmão de Aço" onde é relatado o drama de Eliana Zagui, uma mulher que vive até os dias atuais em uma Unidade Especial do Hospital das Clínicas. Sua situação é fruto da demora em tomar a vacina contra a poliomielite. Erradicada no Brasil, a doença realmente ainda existe em alguns países e é primordial que as crianças sejam vacinadas contra esta doença que tem efeitos devastadores caso não seja diagnosticada a tempo.


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário