{lang: 'en-US'}

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Thomas Allen e os livros com capas 3D




Encontrei através do site da Foley Gallery, um artista que mostrou como ser criativo e, ao mesmo tempo, reacender a curiosidade pelos livros antigos. Utilizando livros velhos (alguns em péssimo estado), Thomas Allen fez fotografias das capas destas obras, mas com um detalhe para diferenciar: ele recortou as capas e montou cenários em 3D (a sensação visual é similar) que dão uma nova vida a livros já esquecidos. Apesar da perda de alguns livros, o resultado final ficou bastante interessante e, bem ou mal, irá servir como inspiração para novos leitores - curiosos com o efeito das capas - e ainda trouxe à memória o tempo em que as capas eram como cartazes de filmes muito antigos, sem efeitos, brilho ou letras em relevo. Vale como curiosidade... 

Texto: Franz Lima
Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo.

A agonia dos náufragos

Os estereótipos dos marinheiros: tatuagem e bebidas

A solidão: as páginas parecem um terreno arenoso

Cena clássica: a tensão antes do duelo
A amazona parece atravessar o livro
A idealização de um futuro fantástico: o homem flutuador

O perigo espreita uma família: a amante


←  Anterior Proxima  → Página inicial

3 comentários:

  1. Legal mesmo essa ideia. Atualmente até existem livro com capas realmente em 3D, mas isso é mais comum em outros países. Às vezes até desenhos que são colocados nos livros são retirados aqui no Brasil, um exemplo bom são alguns livros do King.

    ResponderExcluir
  2. Um mercado que tem valorizado demais no Brasil é o da produção de capas para livros. O único problema é que os leitores incautos preferem a escolha de um livro motivados pelo visual.

    ResponderExcluir
  3. Bem legal a idéia mesmo. Dá uma certa pena dos livros, mas é por uma boa causa xD

    ResponderExcluir