{lang: 'en-US'}

sábado, 7 de janeiro de 2012

Reflexão para 2012: antes tarde do que nunca.




As páginas e as canetas estão aguardando sua decisão...
Quando 2011 começou, ele era todo seu. Foi colocado em suas mãos... Você podia fazer dele o que quisesse...
Era como um Livro em Branco, e nele você podia colocar um poema, um pesadelo, uma blasfêmia, uma oração. Podia...
Hoje não pode mais; já não é seu. É um livro já escrito...Concluído.
Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe será lido, com todos os detalhes, e você não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance.
Portanto, antes que 2011 termine, reflita, tome seu velho livro e o folheie com cuidado.Deixe passar, cada uma das páginas, pelas mãos e pela consciência; faça o exercício de ler a você mesmo.
Leia tudo...
Aprecie aquelas páginas de sua vida em que você usou seu melhor estilo.
Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito.
Não, não tente arrancá-las.
Seria inútil.
Já estão escritas.
Mas, você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que lhe será entregue. Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu, e evitar repetir as ruins.
Para escrever o seu novo livro, você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio, e terá, para preencher, toda a imensa superfície do seu mundo.
Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije-o.Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir, coloque-o nas mãos do Criador.Não importa como esteja...
Ainda que tenha páginas negras, entregue e diga apenas duas palavras:
OBRIGADO E PERDÃO !!!
E, quando 2012 chegar, lhe será entregue outro livro, novo, limpo, branco todo seu, no qual você irá escrever o que desejar...

A todos os amigos e amigas que acompanham este trabalho ou, ainda, apenas passam para dizer um breve "oi", deixo esta mensagem que transmite um único e valioso ensinamento: nunca é tarde para recomeçar. Reescrevam suas histórias e lutem para transformar seus sonhos em realidade. Nossa felicidade é fruto de nossa vontade para quebrar barreiras, superar os erros e lutar pelo que queremos e amamos.
P.S.: caso alguém conheça o autor, comente e irei creditar neste post.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

4 comentários:

  1. Ótimo texto Franz. Não conheço o autor, infelizmente.

    ResponderExcluir
  2. Bem, espero que esta e outras divulgações ajudem a fazê-lo sair do anonimato.

    ResponderExcluir
  3. Texto bem introspectivo, Franz. Gostei muito. Esses textos anônimos da internet dificilmente sai do anonimato...

    ResponderExcluir
  4. Um texto simples, porém cheio de inspiração, é a prova de que temos talentos sobrando. Alguns nas luzes da mídia, outros nas trevas do anonimato.

    ResponderExcluir